Não precisa de uma ideia para empreender

Fontes de capital: Family, Friends and Fools

Aprendizagem

A grande maioria dos empreendedores estão presos pela crença limitante de que é preciso dinheiro para iniciar um negócio. Assim, eles enfrentam o desafio de convencer diferentes atores do ecossistema do startup a investir dinheiro em seu projeto. A viagem é interminável.

O empreendedorismo está na moda e se posicionou como um modelo de vida formidável. Começa numa garagem com amigos, surge uma idéia maravilhosa e é apenas uma questão de colocá-la em prática, e é então que os empreendedores de hoje chegam a um problema que nunca termina: não temos dinheiro. Uma armadilha na qual é fácil cair. Foi-nos ensinado que é preciso dinheiro para iniciar um negócio e, depois de esgotar suas próprias finanças, a primeira fonte de capital semente  (em inglês: Seed Capital) para a qual os empreendedores se voltam são geralmente amigos, famílias e... loucos?

Convidamos você a conhecer neste vídeo, a história de uma designer que quer criar sua start-up e entender como funciona no pensamento de um empreendedor que está começando, a validação do receber dinheiro.

O número de variáveis a considerar que a maioria dos empreendedores não sabe que não sabe - desconhecendo desconhecidos - são muitas e, é lógico, o número de coisas que familiares ou amigos não sabem que não sabem são ainda mais.

Lidar com as coisas que sabemos, as coisas que sabemos que não sabemos e mesmo as coisas que não sabemos que não sabemos envolve uma longa curva de aprendizado na aventura de empreender e, com certeza, no início da experiência, investir dinheiro não é o que nós na Scalabl recomendamos, apesar de ser o que o atual ecossistema do startup incentiva.

Então como eles podem saber se o retorno de seu investimento será bom ou ruim? Ninguém pode saber! O empreendedorismo é precisamente a busca de um modelo de negócios virtuoso. Há muito poucas certezas no começo dessa busca.

Começamos, neste vídeo, a conhecer os diferentes atores do ecossistema e fontes de capital que apoiam e financiam empreendedores nas diferentes etapas do ecossistema atual. As principais fontes de investimentos são:

- Família, amigos e loucos

- Incubadoras

- Investidores anjos

- Capitalistas de risco (VCs)

Aprofundamos nas suas características, experiência, recursos, quais são suas reais motivações e incentivos e como isso difere da percepção do empreendedor, gerando um forte problema de informação assimétrica.

Apresentamos agora o primeiro destes atores: Família, amigos e loucos, que frequentemente investem nas nossas ideias devido à perigosa combinação de amor e desconhecimento. E, é por causa desta combinação, que aqueles que fazem este primeiro investimento são chamados muitas vezes de "loucos".

Baixe o programa e faça um teste gratuito do nosso curso de Empreendedorismo e Inovação